Cinco e acción!

Sabedes o que é un zoótropo? Boa parta da cativada que participou esta mañá no obradoiro de Kraken tampouco o sabía. Trátase dun cilindro que xira sobre o seu propio eixo, nas paredes interiores leva pegadas unhas ilustracións e nas exteriores ten unhas fendas que deixan ver o seu interior. Ao xirar e ollar por estas fendas, da a sensación de que a ilustración das paredes estase a mover. Este invento tan divertido é un dos avós do cinema, e a rapazada aprendeu a fabricar un no Salón. Debuxaron unhas pombas coas ás en diferentes posicións e ao xirar… Maxia! A pomba parecía que estaba a voar.

Enchenta de cajuzinhos

Uuuuuummmm!!😋 Vimos de merendar uns doces boísimos típicos de Mozambique: bombóns de cacahuete ou cajuzinhos. Fixémolos nós mesmos no obradoiro de cociña lusófona con Maria Amelia Andrade Martins no que descubrimos o cajú e a castaña do cajú (anacardo) e lle demos aos nosos bombóns esa forma. Empregamos cacahuetes, leite condensada, cacao, zucre e sal. Non sabedes o sinxelo que é facelos e o bos que están!!

 

Contos de Lonxedetodo

Pasamos un anaco da tarde escoitando contos dunha das voces favoritas do Salón, a da ratiña Carolina (Isabel Risco) de TrinkeTrinke Teatro, chegada de Lonxedetodo.

Veu falar das súas profesións favoritas e tamén da familia que máis lle gusta: a súa, con dúas mamás. E é que cada familia é diferentes pero todas son as mellores, porque están compostas pola xente que máis nos quere do mundo.

HENRIQUE RODRIGUES (Brasil)

Henrique Rodrigues naceu no Río de Janeiro, en 1975. É doutor em Letras pela PUC-Rio e trabalha na xestión de proxetos literários. Organizou diversas antoloxías de contos e publicou 13 libros, entre poesía, infantil, xuvenil e novela.

Toda a info en:  www.henriquerodrigues.net

BRU JUNÇA (PORTUGAL)

Mafalda Milhões (Portugal)

WLADIMIR VAZ (BRASIL)

VOLNEI CANONICA (BRASIL)

Volnei Cunha Canônica é formado em Comunicação Social – Relações Públicas pela Universidade de Caxias do Sul, com especialização em Literatura Infantil e Juvenil também pela Universidade de Caxias do Sul, e especialização em Literatura, Arte do Pensamento Contemporâneo pela PUC-RJ.
É presidente do Instituto de Leitura Quindim e Diretor Clube de Leitura Quindim onde desenvolve várias ações de promoção da leitura para crianças e jovens, no Brasil e no Exterior, como curadoria de eventos literários, exposições de ilustração, cursos, oficinas e bate-papos. Curador da exposição Roger Mello um artista sem fronteiras, que estreou na cidade de Caxias do Sul (2107/2018) e que atualmente está circulando em eventos e escolas brasileiras.
É colunista do portal Publishnews – maior portal do mercado editorial, onde colabora discutindo sobre literatura infantil e juvenil e políticas públicas para a área do livro, da leitura e das bibliotecas.
Ex-Secretário Executivo (2016) e Ex-Diretor de Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas (2015 -2016), do Ministério da Cultura.
Coordenou, no Instituto C&A de Desenvolvimento Social, o Programa Prazer em Ler (2010 – 2015), com capilariedade em todo território nacional, desenvolvendo várias ações na promoção da leitura e apoiando grandes eventos literários com Festa Literária de Parati – FLIP, Movimento por um Brasil Literário, Conversas ao Pé da Página, Feira do Livro de Porto Alegre, Exposição Internacional de Ilustradores Brasileiros “Incontáveis Linhas, Incontáveis Histórias”, na Feira do Livro de Bolonha (2014) – na oportunidade em que o Brasil foi o país homenageado.
Foi assessor na Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil – FNLIJ (2008 -2010), Instituição responsável pela indicação dos escritores e ilustradores brasileiros ao Prêmio Hans Christian Andersen – Prêmio Nobel da Literatura Infantil e Juvenil.
Na Secretaria Municipal de Cultura de Caxias do Sul, assessorou a criação do Programa Permanente de Estímulo à Leitura, o Livro Meu (2004 – 2008), ganhador do Prêmio FNLIJ/Petrobrás de Melhor Programa de Incentivo à Leitura (2010).
Ainda na Secretaria Municipal de Cultura de Caxias do Sul foi coordenador da Unidade de Teatro e Diretor do Teatro Municipal (2000-2004), organizando eventos literários, programação cultural e exposições.
Desde 2013, compõem o grupo de especialistas que escolhem os 30 melhores livros da Revista Crescer.
Foi júri de prêmios como: Escola de Leitores 2010, Prêmio Literário da Biblioteca Nacional 2014, Prêmio VivaLeitura 2015, Prêmio Literário Off Flip 2015, Prêmio Todos por Um Brasil de Leitores 2015 e Presidente do Júri da Comissão de Indicação ao Candidato Brasileiro ao Nobel de Literatura 2015 (MINC).
É dramaturgo, ator e diretor de teatro. Dirigiu espetáculos como: Gota d’Água, de Chico Buarque e Paulo Pontes (2009), Mirabolês e a Chave dos Sonhos (2007), Alice no País das Maravilhas (2005), As aventuras de Pinóquio (2005), entre outros espetáculos.

ANDRÉ NEVES

ROGER MELLO